23 de mar de 2015

Quais os tipos de ração ? - cães

Olá galera

Um assunto bem interessante e muito importante é a ração, como a muitos anos atras tive outro cão que não era shih tzu dava e dou uma ração, mas agora a coisa mudou pois o shih tzu precisa da ração adequada por vários motivos. 



POR QUE ALIMENTAR SEU CÃO COM RAÇÃO?


Podemos dar alguns argumentos favoráveis ao uso de ração ao invés de comida caseira:
1. NECESSIDADES DO CÃO – Por mais variada que seja a comida do cãozinho, não conseguimos oferecer-lhe uma dieta completa e balanceada. Mesmo dando carne, legumes e ovos, ainda assim não conseguimos balancear esta ração, e macarrão, arroz e fubá não são comida de cachorro.
2. A PRATICIDADE – Hoje em dia poucas pessoas têm tempo para fazer seu próprio almoço, muito menos a comida do cachorro. Para comprovar, basta-se observar que as vendas de comida congelada e desidratada têm aumentado de maneira significativa.
3. O CUSTO – Se colocarmos na ponta do lápis a despesa na elaboração de uma dieta para um cão, com: carne, ovos, legumes, complementos vitamínicos e minerais, e o trabalho que teremos adicionando cada ingrediente na medida certa para equilibrá-la. Comparado ao custo diário da alimentação a base de ração. Sem dúvida, a opção mais econômica será a ração (mesmo se esta for uma super-premium importada).

Alimentação em Diferentes Fases da Vida 

FilhoteTêm reações anabólicas, que são reações de construção, mais intensas e frequentes, que exitem mais nutrientes (minerais, vitaminas, acídos graxos, aminoácidos e energia). Além disso, quando muito jovens, os cães possuem um sistema digestimo ainda muito sensível e por isso devem receber estes nutrientes através de ingredientes de fácil digestão.
AdultoDevem receber alimentação de manutenção, pois possuem o sistema de reações anabólicas/catabólicas mais bem equilibrado, além de possuírem um sistema digestivo mais capaz de digerir uma gama maior de ingredientes.
Cães Idosos Cães idosos exigem dietas especiais, com a elevação de alguns nutrientes e a redução de outros. São dietas que exigem adequação ao estado de saúde específico do cão, como cardiopatias, obesidade, diabetes, doenças renais, pancreatites, entre outros problemas. Considerados senis(idosos) requerem cuidados específicos. Devem comer um alimento 100% completo e balanceado, além de ser específico para esta fase de vida (alimentos sênior) e com presença dos sulfatos de condroitina e glucosamina, que evitam o desgaste precoce das articulações melhorando muito a qualidade de vida do animal .

TIPOS DE RAÇÃO
Rações são dividas em econômicas, standard (premium) ou super premium. Para tal classificação, leva-se em consideração basicamente o teor de proteína e a fonte de ingredientes utilizados para que os teores nutricionais sejam atingidos.
Rações Populares – São produtos mais baratos que existem no comércio. Normalmente, formuladas com subprodutos de milho, soja, farelo de algodão, etc. Tais ingredientes na ração de uma vaca, ou de um cavalo, seriam de excelente digestão, mas, voltando àquela historinha, nosso amigo é um carnívoro e precisa de proteína de origem animal, pronta a ser assimilada pelo seu organismo.
OBS.: Os vegetarianos de quatro patas têm a capacidade de transformar proteínas e carboidratos de baixa qualidade em “produtos mais nobres”. Os cães e gatos precisam dos produtos nobres já prontos.
Rações “Standard” – São produtos de empresas de renome. Por serem produtos de empresas maiores, têm um compromisso maior com a sua qualidade e são formuladas com ingredientes qualitativamente melhores que as rações populares. Contêm farinha de carne e ossos, glútem de milho, gordura animal, etc. Porém ainda não são “ideais” quanto à digestibilidade, porque se alcança o percentual de proteína com ingredientes de menor digestibilidade como a soja ou o glúten. Quanto ao custo, estão numa faixa intermediária de preços.
Rações Premium e Super Premium – São produtos de primeira qualidade, em nutrição canina, por isso mais caros. Têm sua formulação baseada em carne de frango, ovelha, peru… Porém, realmente carne, ou resíduos de abatedouro, como digestas de frango por exemplo. Tais ingredientes, de origem animal, têm maior digestibilidade, ou seja, o trato digestivo canino tem menos “trabalho” para metabolizá-los. Esta é outra característica das rações premium, como a digestibilidade é maior, o consumo diário de ração é menor (o que ameniza o preço da ração). Promovem, ainda, uma vida mais saudável. e reduzem o volume das fezes do animal.
Quando compramos uma ração para o amigo peludo, devemos estar atentos aos níveis de garantia (percentuais de proteína, gordura, etc. ) e a qualidade dos ingredientes. Por exemplo, uma ração para cachorro deve ter, no mínimo, 18% de proteína. O que é relativo porque carne é fonte de proteína outro detalhe é o equilíbrio entre percentuais de proteína e gordura. Não é eficiente uma ração com 30% de proteína e 8% de gordura, nem outra com 18% de proteína e 20% de gordura.

A ração que eu utilizo é a Royal Canin :
Qual vocês utilizam ?? (deixem nos comentarios)




A alimentação de filhote de Shih-tzu, devido ao rápido crescimento em curto período de tempo, é essencial para o seu desenvolvimento uma alimentação correta até que o mesmo chegue à fase adulta. As recomendações são:
  • - Alimento balanceado
  • - Alta Digestibilidade
  • - Densidade energética e nutricional
Ah 
  • DICAS

- Cadelas gestantes devem comer rações de filhote a partir do 30º dia até o fim da lactação. Esta prática reduz a chance de ocorrerem problemas futuros com a cadela prenhe. Além de aumentar sua vida reprodutiva.

- Os filhotes devem comer ração de filhote até atingir o tamanho adulto (o que varia de raça para raça )

- Cães de raças grandes devem receber dieta adequada, sem exageros, para um crescimento equilibrado e uniforme. Uma dieta reforçada demais pode trazer problemas de "calcificações indesejadas" no futuro.

- Os cães precisam de abrasão para seus dentes, portanto ofereça o que ele possa usar para isso. Esta medida é profilática a formação de tártaro, o que pode causar até a morte de seu cão. Por exemplo: o cão deve ter cotidianamente um osso, ou um brinquedo rígido, ou qualquer outro artifício para "escovar" seus dentes. Esta necessidade diminui à medida que o cão se alimenta apenas e tão somente de ração seca.

- Uma ração de qualidade comprovada, preferencialmente as do tipo "premium", dispensam qualquer outra suplementação mineral ou vitamínica. E se for seca reduz a incidência de tártaro, dispensando, por vezes, o uso de abrasivos.

- Seu cão dificilmente enjoa da ração, simplesmente ele está satisfeito e não quer comer. Se ele está brincando normalmente, com sua vitalidade natural e ficar um dia ou outro sem comer não se assuste, permaneça oferecendo a mesma ração que você conscientemente escolheu para ele.



Galera deem dicas para o proximo post :D 



Nenhum comentário:

Postar um comentário



Image Map